16 dezembro 2007

Cafes, Bares e Botecos - A Estreia

Salve todo Povo do Bar! De Caticoco a Pat O'Brien's!
Abenção meu Compadre Ronnie, ora em Paris
Abenção Ivan do finado Gota D'agua

Na qualidade de colunista convidado, venho a falar de algo complementar a salutar arte de se comer bem: beber bem! Hoje tive o prazer de degustar dois vinhos chilenos acompanhando um belo carbonara feito em casa. Da massa ao molho.

O primeiro foi um Santa Ema Carmenere reserva 2006. Aspecto bonito, boas lágrimas, cor roxo roupa-de-bispo. Achei meio bobinho, sem o corpo que distingue bem os chilenos. Houve opiniões mais positivas que a minha.Mas, ah, ai está a beleza do mundo enólogo: as diferenças de opinião.

Na sequência, emendamos um Casa Silva, também Carmenère Reserva 2006. Esse, sim. Veio equilibrado, bem composto, redondo na boca e com uma presença marcante. Valeu à pena. Na verdade, nunca provei um Casa Silva que não tivesse gostado. São vinhos feitos com cuidado e muito bem acabados. Não tem erro.

Durante o almoço, como selvagens que somos, conversamos longamente sobre o Natal (entendendo-se ai a ceia e o almoço do dia 25). Chegamos à conclusão que os alentejanos serão os nosso convidados. Ainda não me decidi quais, apesar de já possuir alguns na adega.

Semana que vem falamos mais e, como diria o nosso presidente: "Companheira Rainha.... à Nossa!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seus comentários são sempre bem vindos.