07 dezembro 2007

Duas Sobremesas de Pêssego e Cereja



Durante o mês de Novembro, Da Minha Cozinha fez uma enquete sobre frutas de verão. Pedimos aos leitores que votassem nas suas frutas prediletas. Houve um empate: ganharam a cereja e o pêssego. A minha intenção com esta enquete foi capturar os sentimentos dos leitores e fazer uma culinária para eles; em suma, fazer uma receita com a fruta que ganhou, destacando o que é bom da fruta. Preparei duas receitas especiais. São a italiana Crema di Latte Apuliana com Cerejas e Pêssegos e a francesa Calfouti de Cerejas e Pêssegos.


Um fato que não podemos ignorar é que frutas de verão não precisam de receitas. São perfeitas sozinhas, ou com uma bola de sorvete. É importante comer as frutas, porque fazem muito bem para a saúde. É são boas demais. Compre com freqüência, não somente para arrumar a mesa na véspera de Natal. Você ira receber visitas inesperadas toda hora durante Dezembro e pode facilmente recebê-las com um prato charmoso cheio de cerejas, pêssegos, ameixas e figos.


A sobremesa que segue é uma elaboração nessa idéia de passar uma tarde comendo frutas, tomando um aperitivo e jogando conversa fora com bons amigos. Vem da região da Apulia na Itália.


Crema di Latte Apuliana com Cerejas e Pêssegos

500g cerejas frescas

3 pêssegos maduros

3 gemas

½ xícara de açúcar

½ xícara de farinha de trigo

meio litro de leite

casca de um limão siciliano (sem a parte branca)

um pau de canela

uma pitada de canela


Peneire as gemas dentro de uma panela. Adicione o açúcar. Misture bem com garfo ou fuet. Adicione a farinha e misture até que fique uniforme. Aos poucos, despeja o leite e misture bem o todo. Coloque a casca de limão e o pau de canela. Cozinhe a misture num fogo baixo por uns 20 minutos, ou até engrossar um pouco. Não se preocupe, porque o molho não engrossa muito. Retire a casca de limão e o pau de canela. Transfira para uma vasilha. Coloque um pedaço papel manteiga por cima da superfície do creme para não formar uma película indesejável. Esfrie e depois guarde-o coberto na geladeira. Antes de servir, arrume-o num prato ou caneca. Polvilhe-o com uma pitadinha de canela em pó.

Retire os caroços das cerejas e pêssegos. Arrume as frutas num prato. Sirva com o creme.

Com esse creme você pode servir qualquer fruta da época como figo, manga e ameixa. Nas outras épocas, sirva com pêras ou amoras silvestres.

Honestamente, desde o inicio da enquete eu estava torcendo para que as cerejas ganhassem. Sonhei em comer um clafouti, uma sobremesa bem simples no sentido bem provençal, que acho que tem tudo a ver com o verão brasileiro. Quando vi que empataram com os pêssegos, logo imaginei o clafouti bicolor. Deu certo!


Calfouti de Cereja e Pêssego


500g cerejas frescas, sem caroços

2 pêssegos, sem caroços, cortados em pedaços

½ xícara farinha de trigo

pitada de sal

1 colher de chá licor Gran Marnier ou Cointreau, podendo ser substituído por rum, conhaque, etc..

4 ovos

2 gemas

½ xícara açúcar

2 ½ xícaras leite

50g manteiga derretida, e mais uma colher de sopa de manteiga para untar a forma

açúcar de confeiteiro para polvilhar


Aqueça o forno médio. Unte uma forma (cerâmica ou vidro) que possa irá ao forno e a mesa. Arrume as frutas na forma. Junte a farinha numa vasilha. Adicione os ovos, gemas, açúcar e licor. Misture bem. Adicione aos poucos duas xícaras do leite, misturando bem. Combine o resto do leite com a manteiga. Adicione a mistura de leite e manteiga à mistura de ovos aos poucos. Despeje a mistura por cima das frutas. Asse por 40 minutos ou até ficar firme e levemente dourado. Sacuda o calfouti um pouco para testar a firmeza. Retire do forno e deixe esfriar uns 20 minutos. Polvilhe com açúcar do confeiteiro. Sirva morno.


Para uma versão deliciosa feita com tangerinas veja também o clafoutis de clementine do Mark Bittman do New York Times.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seus comentários são sempre bem vindos.