19 janeiro 2009

Ragú de Porco


Ragú de sobras de porco esquecidas no freezer.

Se o seu freezer é igual o meu, é um lugar meio traiçoeiro. É por causa do meu hábito de guardar tudo. Não jogo nada fora, então o freezer está sempre cheio de saquinhos de ossos de frango, boi, porco e carneiro e até cascas de camarão, esperando fazer caldo. Também tem aqueles pedacinhos de carne que vem entre os ossos, que guardei na ultima vez limpei um carré de porco ou carneiro. Guardo com a esperança de fazer patê (veja a receita Terrine de Campanha). Tem as sobras de churrasco que guardo acreditando que deve servir para algo. Vidros de vários caldos caseiros ou as raspas do fundo da assadeira. E tem os saquinhos sem identificação, com uns 200g de não sei quê. Os saquinhos surpresa!

Mas por que guardar essas coisas? Porque dentro dos ossos, entre os ossos e o que acaba no fundo da assadeira é o sabor divino do animal. É o ouro da cozinha. É o meu meu segredo.

O resultado dessas boas intenções é um freezer entupido de muitas coisinhas esperando a minha boa vontade. E vem a pergunta "O que você quer comer hoje?" Olho o freezer, e não lembro muito bem o conteúdo. Sei que tem uma s coisinhas, mas nada que resulta em almoço para 4 em 30 minutos. "Já estou indo comprar umas verduras, então compro uns peitos de frango também," e pronto, o tesouro no freezer afunda mais no meu esquecimento, como um Jericó.

Ontém, acordei com a vontade de encarar o freezer. Vem a pergunta eterna, "O que você quer comer?" com a pergunta sábia respondendo, "O que a gente tem?" Fiquei determinada de fazer almoço com o que tinha em casa.


Os aromáticos: cenoura, alho, alho poró, cebola, orégano, tomilho e louro.

Achei (que vergonha!) quatro pacotes de sobras de porco. Foram dos últimos quatro carrés que fiz (um noNatal, dois no Dia de Ação de Graças, e o outro não me lembro) Veja a receita no Lombo de Porco Assado no Forno à Lenha. Tirei dois pacotes, e também um vidro de caldo de galinha, e bacon. Causou um buraco no freezer.


Adicionando as sobras de porco assados e picados ao ragú

Decidi fazer um ragú. Os aromáticos já tinha em casa (cenoura, alho, cebola) e o alho poró e ervas tinha na horta, graças o jardineiro. Sem ele, a horta seria igual o freezer: meio esquecida, mas cheia de boas intenções.

O ragú ficou super delicioso, agradando todo mundo em casa. Ficou muito carnudo, não como um molho de tomate, e muito mais interessante do que um bolognese feito com carne moída (e adoro um bom molho bolognese!) Servi o ragú com talharim fresco que tinha comprado. Mas, faça melhor que eu e sirva com uma massa feita em casa (veja a receita massa caseira italiana).
Também podem servir com gnocchi ou até uma polenta.


Ragú com talharim

Ragú de Sobras de Porco
serve 4 pessoas

500g - 750g carne de porco, preferível é a carne que o açougueiro tira na hora de desossar um carré ou pernil
meia cebola, picada
3 dentes de alho picados
um alho poró (somente a parte branca) picada
uma cenoura pequena picada
50 g de bacon sem muita gordura, cortado em cubinhos
ramos de tomilho fresco
ramos de orégano fresco
uma folha de louro
uma xícara de caldo de galinha caseiro (veja a receita)
uma xícara de vinho branco seco
uma xícara de molho de tomate sem tempero
sal
pimenta do reino moída na hora
azeite
500g de macarrão

Retire a maioria parte da gordura da carne de porco. Deixe somente um pouco dela. Numa tigela grande combina o porco, o sal e a pimenta do reino, uma colher de chá de cada. Adicione uma colher de sopa de azeite. Misture com as mãos para cobrir toda parte do porco. Transfira a uma assadeira e asse 20 minutos num forno médio até ficar dourado. Retire do forno e deixe esfriar. Corte o porco em pedacinhos.

Amarre as ervas com barbante. Numa panela grande com fundo pessado refougue lentamente a cenoura, cebola, alho, alho poró, bacon e ervas num fogo baixo. Tampe a panela para que so ingredientes possam suar. Depois de 10 a 15 minutos a mistura fica suada, translúcida e a gordura do bacom derretida. Adicione a carne do porco picado, o caldo de galinha e o vinho. Cozinhe mais uns 20 minutos com a panela tampada num fogo bem baixo, misturando de vez em quando. Se a panela começa a secar, adicione mais vinho ou caldo. Adicione o molho de tomate e tampe novamente. Continue cozinhando num fogo baixo enquanto prepara o macarrão.

Sirva com macarrão e e bom queijo parmesão ralado na hora.

Um comentário:

  1. como é bom um ragú... e ainda com essas lasquinahs maravilhosas deporco...

    o meu freezer tbmé louquinho assim... vou colocando, guardando e depois tem 20 refeições lá dentro, esquecidinhas... ada como checar e se deparar com essas magnificas possibilidades! bjs

    ResponderExcluir

O seus comentários são sempre bem vindos.