14 março 2012

Molho de Pimenta Dedo de Moça




"Tem pimentinha?" Acho que foram as minhas primeiras palavras depois de "mama" e "dada". Estou traduzindo o momento porque na época não falava português. Pedia assim "hot sauce?" Comia com tudo.

Na época da minha infância houve uma revolução culinária na Califórnia. Chefs como Alice Waters e Wolfgang Puck introduziam a idéia de comer ingredientes frescos e da época usando técnicas francesas, italianas e asiáticas. Antes disso um bom restaurante californiano servia um bife de prime rib gigante ao lado de uma batata assada e uma porção de ervilhas enlatadas. "Fresh" era alguem que paquerava as meninas. Pense bem, os vinhos californianos eram embalados em garrafas gigantes enfeitadas com palha. Vinho tinto era "burgundy" e vinho branco era "chablis".


A revolução culinária chegou na minha vida num subúrbio de classe media em forma de molho de pimenta. Os círculos concêntricos do impacto do primeiro chevre californiano na primeira salada de baby greens em Berkeley chegou ao Chatsworth como um sinal verde para colocar molho de pimenta em tudo. Carnes, molhos de tomate, hamburgers, cachorro quente, pizza...e especialmente nos ovos do café da manhã. Se a elite (culturalmente) podia ter a audácia de tomar (e até mais audácia de fazer e vender aos franceses!) um cabernet sauvignon, a gente em Reseda, Van Nuys e North Hollywood podia experimentar com aquele molhinho que a familia mexicana ou salvadorenha estava comendo no outro lado da rua. Nós não temiámos mais as diferenças étnicas na vizinhança que rapidamente estava se tornando cada vez mais multicultural. Para falar a verdade, na época a gente ainda usava Tabasco ou uma salsa industrializada. A idéia de usar pimentas frescas para cozinhar chegou aos subúrbios somente nos anos 90. Foi durante essa onda de grande consentimento que fui criada. Essa foi a cultura que deu à luz os fenômenos dos flamin' hot cheetos com spicey pickles e do Chili Beer.

Quando eu finalmente dei o pulo das pimentas de jalapeños e "green chilis" em lata para as pimentas frescas como os chilis poblano, serrano, anaheim e claro, jalapeños, aprendi um molho de pimenta no livro de Emeril Lagasse (outro fenômeno dos anos 90) que ele chama "Piri Piri". O molho dele pede chilis de jalapeño e poblano, alho, flocos de pimenta calabresa seca, sal, pimenta do reino e azeite. Não sei como é o piri piri autentico português. (Gostaria que os leitores portugueses me ensinassem o original). No Brasil logo me adaptei às pimentas dedo de moça, simplificando a receita do Emeril em um molho maravilhoso. Já experimentei com as pimentas malagueta e ficou ótimo também. A receita segue embaixo.


Molho de Pimenta Dedo de Moça

por Suzie Castello
publicada 14 de Março, 2012
Uma maneira boa a conservar pimentas frescas. Pode fazer com outras pimentas picantes também, como pimenta jalapeño, pimenta comary e pimenta malagueta

Ingredientes

  • 100g de pimenta dedo de moça
  • 5 dentes de alho
  • 1 1/2 xícaras de azeite

Preparo

  1. Lave e seque bem as pimentas. Retire os talos. Corte cada pimenta em 3 ou 4 pedaços.
  2. Num fogo brando esquente uma frigideira, preferívelmente de ferro. Coloque os dentes de alho ainda com a casca na frigideira. Abaixe o fogo e deixe o alho assar uns 3 minutos em cada lado.
  3. Adicione as pimentas. Misture deixando as pimentas pegar o calor sem queimar. Retire do fogo depois de 5 minutos. Retire os dentes de alho e os descasque.
  4. Numa panela pequena, esquente o azeite no fogo baixo. Não deixe o azeite queimar. Quando o azeite começar a soltar um fio de fumaça adicione o alho e as pimentas. Desligue o fogo e tampe a panela. Deixe a mistura esfriar.
  5. Você pode usar o molho assim, ou você pode bater o molho num processador. Eu gosto de bater o molho somente um pouco para que as pimentas fiquem em pedaços menores e o azeite emulsifique um pouco com os sucos da pimenta e do alho. Tem gente que gosta de bater até virar um molho uniforme. Pessoalmente, acho mais interessante um molho com pedaços.
rende: 1 pote de pimenta


tempo de preparo: 10 minutos
tempo de cozimento: 10 minutos

Tags: molho de pimenta, pimenta dedo de moça, comida picante, tempero

5 comentários:

  1. Olá,

    A receita me parece bastante original porque a maioria das receitas de molho de pimenta nao precisa tostar nem o alho nem a pimenta.

    A minha única preocupação é que o azeite, do jeito que vem, é uma gordura que faz muito bem pra nossa saúde. no entanto, uma vez esquentado, o azeite satura (como todos os óleos) e ao inves de ter propriedades boas para nossa saúde acaba com propriedades que fazem muito mal e só adiciona gordura "ruim" no nosso corpo. Por isso tenham sempre em mente que esquentar o azeite somente se for realmente necesario, para fazer o molho de pimenta nao há nenhuma necessidade disso!!

    se vcs respeitam a saude de voces nao façam esse molho com azeite esquentado!

    E viva a saúde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou de pleno acordo!Nenhum óleo vegetal deve ser aquecido.Quem o faz,o faz por ignorância ou sandice!

      Excluir
    2. Concordo!!!/('u')\

      Excluir
  2. Há diversas maneiras de se preparar um bom molho de pimenta. Já consumi e consumo molhos com mais de 8 anos. Pimentas, comaru ou comari não lembro (Belém). Malagueta, Dedo de moça, mexicana etc.
    Preparo com: Pimenta e azeite puro. As vezes acrescento um dente de alho, as vezes uma pequena dose de whisky. Mas bom mesmo é com uma dose de Cassis (cálice pequeno),
    Se possível coloco 7 ou dez dias enterrado na terra húmida.
    Quando fumava cachimbo: Um bom fumo importado, ou o melhor o nosso Buldogue.
    Cozido em chocolate, mais uma fatia de maçã e enterrado uns dez dias. que beleza, que aroma. etc. Tenho apenas uma dúvida o molho fica vencido? No aniversário de uma sobrinha, lá pelos idos de 60. Meu irmão deu um almoço, sua filha faria uns 10 ou 11 anos, o seu molho de pimenta foi confeccionado, quando ele casou, Não sentimos nada e o molho estava ótimo. Bem concentrado uma delícia.
    mario_poggio.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Suzie
    sobre o molho Peri-Peri, ao qual sei, pelo meu pai(Portugues) ele fazia com o suco de limões peneirados colocado em uma panela a esquentar com sal e pimentas parecidas com dedo de moça, mais eram mais pequenas e finas, não sei dizer qual era o nome. Ele deixava ferver por 5 minutos, desligue e deixe esfriar depois coloque em um recipinte fechado, não sei dizer o tempo de validade pois ele fazia pouco, pois somente ele que consumia, vai a idéia, tente testar.
    abraços
    Augusta

    ResponderExcluir

O seus comentários são sempre bem vindos.